Coaching pode ajudar na carreira, negócios e vida pessoal

Coaching pode ajudar na carreira, negócios e vida pessoal

Foto: Reprodução

Recentemente, uma personagem que se apresenta como coach em uma cena de merchandising, na novela “O Outro Lado do Paraíso”, da Rede Globo, gerou grande polêmica na mídia pelo fato da profissional, além de tratar trauma da sua cliente, fazer uso de hipnose no tratamento. “O coach não trata nada. Traumas como o mencionado na novela são questões exclusivas de psicólogos e outros profissionais de saúde, e nunca do coach”, enfatiza Villela da Matta, fundador e presidente da Sociedade Brasileira de Coaching.
Para ele, houve um grande equívoco na trama global ao abordar o tema. “É importante frisar que, embora utilize conceitos de diversas áreas da psicologia, o coaching, de modo algum, se confunde com essa disciplina ou faz uso de hipnose. Apenas um psicólogo é, por lei, autorizado a tratar pessoas com disfunções, distúrbios e traumas”, acrescenta Matta. Mas, afinal o que é coaching?

Definição
Coaching é um processo importante para o desenvolvimento da carreira, desde que siga os parâmetros da metodologia e que seja conduzido por um profissional com formação sólida. O uso da metodologia pode contribuir para o aumento de resultados positivos por indivíduos e empresas, a partir da aplicação de técnicas e ferramentas.
A finalidade do coaching é basicamente a de atingir uma meta ou objetivo, seja pessoal ou profissional. Para isso, um profissional habilitado, chamado de coach, conduz o cliente, que recebe a denominação de coachee, a repensar as suas atitudes, criar novos hábitos e romper barreiras a fim de alcançar os objetivos definidos inicialmente.
Durante as sessões, especialista e cliente trabalham em parceria para traçar um plano estratégico de carreira, de vida ou de negócios, onde o coach faz perguntas que levam o cliente a tomar as suas próprias decisões, ao invés de oferecer respostas prontas, ao contrário dos profissionais de consultoria. “É função do coach tirar a pessoa de sua zona de conforto e estimulá-la a agir em prol dos objetivos traçados”, explica o presidente da Sociedade Brasileira de Coaching.
Atualmente, muitas empresas têm feito uso do processo de coaching em programas internos, especialmente de formação profissional, em busca de novos talentos dentro e fora das organizações e na busca do alcancede metas.

Significado de Coaching
A versão mais plausível da palavra coaching é que ela se origine da palavra inglesa “coach” (treinador), embora existam outras difundidas.
As sessões de coaching têm duração máxima de 3 a 6 meses e são complementares a outros processos como terapia com psicólogos, psicanálise e psiquiatria, visando focar em pontos individuais, de aumento de confiança, superação de barreiras e de limitações.
O coach pode atuar em muitas áreas: carreira, empresas, vida pessoal, educação, política, finanças, enfim, onde seja possível estabelecer um objetivo concreto e mensurável.

Como contratar
Como a profissão de coach ainda não é regulamentada, deve-se ter cautela na contratação do serviço. Antes de escolher um profissional, tente verificar se ele é certificado por alguma instituição e se o curso que fez é reconhecido. Isso, porque o aumento da demanda pela metodologia fez crescer a quantidade de cursos profissionalizantes na área, contribuindo para a queda na qualidade da formação. “A falta de qualificação do coach pode gerar um processo desastroso e o efeito contrário do desejado. Para um indivíduo que esteja em um estado de disfuncionalidade por exemplo, a pressão pode ter um efeito oposto, como a intensificação de seu sofrimento e até mesmo, em caso mais extremo, levá-lo ao suicídio”, adverte Matta.
O ideal é que o coaching possua uma formação multidisciplinar, preferencialmente nas áreas de psicologia, sociologia, filosofia ou administração. Um bom coach deve estimular a busca de soluções, ampliar horizontes, não julgar nem pressupor, ter foco no futuro, promover a ação e ter paixão pelo que faz, segundo a Sociedade Brasileira de Coaching. Veja algumas dicas.- O Coach pode ser contratado em qualquer momento da carreira, porém é mais indicado quando o cliente recebe uma promoção, está se sentindo estagnado profissionalmente ou quer mudar de área.- Busque referências. Não contrate um profissional sem recomendações. Procure estabelecer contato com pessoas que já participaram de processos de coaching com o indicado. Tente saber sobre a sua metodologia de trabalho e resultados obtidos após o processo.

– Procure selecionar mais de um profissional de coaching e marque uma reunião separadamente com cada.

– A formação é importante. Cheque a credibilidade da instituição em que o profissional se formou e se ele tem outros certificados na área de atuação que escolheu. Pesquise depoimentos e referências.

– Além do currículo, dê importância à empatia entre você e o profissional e à metodologia de trabalho adotada por ele. Antes de se decidir, procure conversar, sem compromisso, com o possível coach e verifique se há afinidade entre vocês.
Veja também:

Faça parte do nosso grupo no Facebook, e tenha acesso a várias oportunidades de trabalho e conteúdos que irão te ajudar a alcançar o sucesso profissional:

Para vagas de empregos:

 

 

Fonte: http://www.destakjornal.com.br